Escolhe a tua dica

Por Nino Raleiras E como não sou egoísta, partilho aqui a provocação, digo, o desafio (até parece que preciso assim tanto de melhorar…pufff!): Qualquer um de nós, seja um atleta de eleição ou alguém que se limite a arrastar os pés durante exasperantes minutos, pode identificar-se com várias das 9 dicas que se seguirão, mas, na sua essência, só uma toca o alvo, ou seja, só uma será eficaz para a melhoria…

Continue Reading Escolhe a tua dica

“Animal Farm”: És um Boxer ou um Snowball?

Por Susana Nunes Num momento em que o mundo parece estar às avessas, dividido e ignescente, olhar para o passado é imperativo, para que não se volte a falhar no teste da História. E o que é que este início tão negro tem a ver com corridas e livros? Tudo! Há poucas semanas, por motivos profissionais, reli “Animal Farm” (ou melhor, “Quinta dos Animais, porque li a tradução), essa obra que é…

Continue Reading “Animal Farm”: És um Boxer ou um Snowball?

A São Silvestre de Lisboa corrida junto ao rio Douro, a do Porto à beira Tejo, o efeito Manoel de Oliveira, os fritos natalícios e as provocações do (outro) Gajo

Por Nino Raleiras A São Silvestre de Lisboa corrida junto ao rio Douro, a do Porto à beira Tejo, o efeito Manoel de Oliveira, os fritos natalícios e as provocações do (outro) Gajo  E quando achamos que neste ano nada mais pode acontecer, eis que o gajo corre as São Silvestre das duas maiores cidades do país em dois dias seguidos. Convém atentar nas datas – 26 e 27 de dezembro –…

Continue Reading A São Silvestre de Lisboa corrida junto ao rio Douro, a do Porto à beira Tejo, o efeito Manoel de Oliveira, os fritos natalícios e as provocações do (outro) Gajo

Retornar e voar… ou não!

Por Susana Nunes Na crónica passada, antecipei a narração dos meus primórdios nas corridas, contudo não será ainda nesta que relatarei esse início. O fim do ano é dado à nostalgia e à rememoração, porém, prefiro falar sobre o hoje. Não o hoje em termos filosófico-metafóricos, mas o hoje referente ao dia de hoje – o dia em que corri a acreditar que posso voltar aos 10 km sem: a) morrer nos…

Continue Reading Retornar e voar… ou não!

No labirinto das memórias

Por Susana Nunes Os dias primeiros são férteis para elaborar listas, definir objetivos, alinhar os chacras (seja lá isso o que for!). Decidi confirmar essa verdade universal e dar início oficial à minha colaboração (preciosa!) no blog do (meu) gajo. Já que os meus colegas me humilham com os seus tempos e os seus treinos duros, decidi serrápida noutra área – a de (tentar) aliar os livros à corrida, ou vice-versa.Quer dizer……

Continue Reading No labirinto das memórias

Ténis ou sapatilhas?

Por Nino Raleiras Decidi resolver, de uma vez por todas, a questão que mais divide todos aqueles que praticam, ou fingem praticar, desporto! Sim, adivinharam… ténis ou sapatilhas? Li e ouvi várias versões. Umas davam contam de que no sul, ou para ser mais correto, de Lisboa para baixo (embora existam relatos perfeitamente fidedignos, ou talvez não, que apontam a zona de Castelo Branco como utilizando a mesma designação), sapatilhas é o…

Continue Reading Ténis ou sapatilhas?

O “Gajo” em Estado de Emergência

Por Nino Raleiras Neste tão estranho tempo em que cuidamos dos outros ficando em casa, partilho alguns dos exercícios que tenho realizado e que me irão permitir desafiar qualquer dos melhores trail runners da tugolândia, ou até do mundo (desde que seja para um combate de Sumo). Nos primeiros dias e ainda com o ritmo intenso trazido do Louzantrail – consegui acabar a tempo do almoço, ok? –, tentei perceber como era…

Continue Reading O “Gajo” em Estado de Emergência

O Gajo é maratonista!

Por Nino Raleiras É certo e sabido que, no final de cada ano, regados pelo espírito festivo, fazemos promessas que só muito dificilmente iremos cumprir. E quando se é um “gajo” de palavra? Aí "a coisa pia mais fininho". Para este ano de 2019 afirmei, num momento de insensatez, que correria uma prova de trail numa distância superior a 100 km (já o fiz por etapas) ou uma maratona. Nunca gostei de…

Continue Reading O Gajo é maratonista!

A procrastinação de um atleta no 1.º Oeiras Trail

Por Nino Raleiras Neste domingo soalheiro, juntamente com outros 499 atletas (o limite máximo para cada uma das provas era de 250 atletase há alguns dias que a organização havia anunciado que as inscrições estavam encerradas), fiz-me aos trilhos da 1.ª edição do Oeiras Trail. Mesmo tendo chegado em cima da hora de partida à Fábrica da Pólvora em Barcarena, Oeiras, apercebi-me de imediato do entusiasmo de muitos daqueles que, pela primeira vez, iriam participar numa prova de…

Continue Reading A procrastinação de um atleta no 1.º Oeiras Trail